Roteiro

Iniciando uma organização isenta de impostos

Örnek Resim

O termo 501 (c) (3) refere-se à Seção 501 (c) (3) do Internal Revenue Code, onde são encontradas as regras e regulamentos aplicáveis ​​que regem as organizações isentas. As organizações isentas de impostos são comumente referidas porquê 501 (c) (3). 501 (c) (3) inclui instituições de humanitarismo públicas e fundações privadas.

Ser uma organização isenta de impostos não é uma coisa astática. É um processo com um ciclo de vida. As cinco etapas normais do ciclo de vida de uma organização isenta de impostos incluem:

  • Começando

  • Pedido de isenção

  • Arquivamentos necessários

  • Conformidade contínua e

  • Eventos significativos.

O início e a solicitação de isenções são únicos, pois você só precisa executá-las uma vez para uma única organização. Você precisa gerar uma organização sob a lei do seu estado. Seu estado terá regras que provavelmente tornarão suas organizações elegíveis para fins sem fins lucrativos, que é uma classificação em nível estadual. As organizações que organizam os documentos são seus Estatutos. Para organizações não-incorporadas, é a Missiva, Constituição e Contrato Social. O documento de organização deve ter uma cláusula que limite o objetivo da organização a um ou mais dos fins isentos listados no código do IRS. Isso não está habilitando expressamente a organização a se engajar em atividades que não são uma promoção de seu objetivo isento. Deveria ter uma cláusula de rescisão. Os ativos da organização devem ser permanentemente dedicados a um objetivo isento descrito na Seção 501 (c) (3). Os estatutos são diferentes da organização dos documentos. Os estatutos são as regras operacionais internas da organização. A lei federalista não exige um linguagem específico na maioria dos estatutos da maioria das organizações. No entanto, a lei estadual pode exigir que você tenha estatutos, portanto, é uma boa idéia entrar em contato com o estado para desvendar seus requisitos específicos.

Ao gerar sua organização, pode ser necessário gerar documentos da organização com base nos requisitos do seu estado. Você precisará deles quando solicitar uma isenção de imposto. Ao solicitar a isenção de imposto, que é um status de nível federalista, você precisará obter um número de identificação do empregador (EIN). Mesmo que você não tenha funcionários, ainda precisará de um EIN que seja semelhante ao seu número pessoal de previdência social, mas é exclusivamente para os seus negócios. Identificá-lo para o IRS. É normalmente emitido pelo IRS. Inscreva-se no EIN de diferentes maneiras.

  • Inscreva-se online.

  • Preencha o formulário necessário e envie por fax para o IRS.

  • Envie o formulário para o IRS.

  • Você pode até solicitar o EIN por telefone.

Todos os pedidos de EIN devem vulgarizar o nome e a identificação do tributário do verdadeiro diretor principal, sócio universal, concedente ou proprietário a quem o IRS chamaria de "Segmento Responsável".

Para solicitar o status de isenção de imposto de negócio com a Seção 501 (c) (3), você deve preencher os formulários relevantes e enviar com as taxas de usuário. As taxas do usuário são baseadas nos recebimentos brutos. Moeda totalidade que uma organização recebe de todas as fontes antes de assumir custos ou despesas. Ele se baseia nas receitas brutas que uma organização recebeu / usinas receberam em um projecto de quatro anos. Geralmente, uma organização é obrigada a solicitar o reconhecimento de isenção junto ao IRS dentro de 27 meses depois o final do mês em que foi organizada para que sua isenção entre em vigor a partir da data de sua formação. Quando certos requisitos são atendidos, esse prazo pode ser estendido. Normalmente, ao receber as taxas de letreiro e de usuário, o IRS aprova inscrições simples em até 90 dias ou menos. O IRS teria um técnico de organização isento atribuído a um processo de aplicativo multíplice que requer dados substanciais e leva mais de 90 dias para processar. Em alguns casos, pode levar até seis meses. A epístola de norma que reconhece o status de isenção mostrando a classificação da instalação e os registros permanentes necessários para a divulgação pública seria emitida pelo IRS.

As igrejas, incluindo sinagogas, templos e mesquitas, não precisam se inscrever, mas ainda estão isentas do imposto de renda federalista e as contribuições que recebem são dedutíveis, mas ainda podem se inscrever. A maioria deles solicita o recebimento da epístola de norma que comprova seu status de isenção de impostos e especifica que as contribuições a eles são dedutíveis.

Igrejas, escolas, organizações que prestam assistência médica ou hospitalar são instituições de humanitarismo estatutárias. Outras instituições de humanitarismo públicas são organizações que recebem escora público significativo, incluindo organizações que fornecem suporte a outras instituições de humanitarismo públicas.

Para qualificar uma organização porquê instituição de humanitarismo pública, ela passou na organização e nos testes operacionais, vasto escora público, etc.

Teste organizacional: – A organização limita seu objetivo a um ou mais dos usos isentos listados na Seção 501 (c) (3). Não permite que a organização se envolva em atividades não isentas e os ativos da organização devem ser permanentemente dedicados a um objetivo isento. Para testes operacionais, a organização deve mostrar que suas principais atividades promoverão seu objetivo solicitado. A organização também restringiu sua participação em certos tipos de atividades e se absteve absolutamente de outras atividades proibidas.

A prova do escora público à organização demonstrou que ela recebe escora e contribuições substanciais de organizações apoiadas publicamente, unidades governamentais e / ou público em universal ou não mais que 1/3 da receita bruta de investimento e receita mercantil não relacionada combinada e mais de 1 / 3 escora de contribuições, taxas de associação e receitas brutas de atividades relacionadas a funções isentas. Manter um bom registro é um fator importante nisso.

O IRS avalia atividades e testes quando você solicita o status de isenção de impostos. Quando a organização recebe seus compromissos de status 501 (c) (3) em atividades proibidas, você pode perder seu status de isenção de impostos e estará sujeito a impostos e multas. Igrejas, seus auxiliares integrados e convenções ou associações de igrejas e uma organização que não seja uma instalação privada e cujas receitas brutas em cada ano tributável normalmente não excedam US $ 5.000 são normalmente tratadas sob humanitarismo pública. Quando uma organização se qualifica porquê uma organização 501 (c) (3), o IRS presume que é uma instalação privada, a menos que possa mostrar que é uma instituição de humanitarismo pública.

A principal diferença é a origem do suporte financeiro da organização. Geralmente, uma instituição de humanitarismo pública tem uma ampla base de escora, enquanto uma instalação privada tem fontes muito limitadas de escora. Também existem regras tributárias diferentes, porquê declarações particulares sujeitas a impostos especiais de consumo que não são impostos a instituições de humanitarismo públicas.

Normalmente, o IRS concede status de humanitarismo pública quando passa no teste de humanitarismo pública nos primeiros cinco anos, com base no suporte previsto sendo tratado porquê uma humanitarismo pública, independentemente do escora real. A partir do ano 6, o IRS com base nas informações fornecidas nos relatórios anuais, calculadas para o ano atual mais os quatro anos anteriores.

As cartas de isenção de grupo são emitidas pelo IRS para um grupo menor associado a um único grupo médio. Eles podem se inscrever porquê um grupo e não há urgência de aplicativos individuais. As cartas de isenção de grupo têm o mesmo efeito que as cartas individuais.

Depois a letreiro, as organizações podem operar porquê uma organização isenta de impostos enquanto aguardam a aprovação. Os doadores não têm garantia de que suas contribuições serão dedutíveis até que o pedido seja reconhecido. Enquanto aguarda aprovação, a organização pode seguir o procedimento para manter registros, mantendo registros detalhados de atividades financeiras e não financeiras.

Os benefícios do status da Seção 501 (c) (3) são que a organização recebe isenção do imposto de renda federalista, contribuições tributárias dedutíveis e taxas postais reduzidas. Provável isenção de imposto de renda, vendas e trabalho do Estado. A organização pode receber financiamento isento de impostos.

O status vem com responsabilidades. A organização 501 (c) (3) é exclusivamente organizada e operada com o objetivo de: Religioso, Caritativo, Científico, Testes de segurança pública, literatura ou instrução, projetados para promover competições nacionais ou internacionais de esportes amadores, para impedir a crueldade de crianças ou animais. A manutenção de registros é outro vista importante. A organização deve manter registros detalhados de registros financeiros e não financeiros. O Guia de conformidade de publicação do IRS fornece informações sobre por que você precisa manter registros, quais registros você precisa manter e por quanto tempo manter seus registros. A maioria das instituições de humanitarismo públicas reconhecidas porquê isentas de impostos deve registrar um retorno anual de informações. Bons registros facilitam o preenchimento dos registros anuais necessários. A organização é obrigada a tornar públicos determinados documentos que você arquiva no IRS, mas não todos os seus registros. Os seguintes documentos a pedido devem ser fornecidos. Os retornos anuais da organização para os três anos mais recentes estão vencidos, incluindo quaisquer extensões. Todas as programações do formulário 990 (exceto nomes e endereços de doadores), seus anexos e documentos de suporte. Missiva de norma do IRS indicando que a organização recebeu o status de isenção de impostos. A organização não é responsável por fornecer espaço gratuito para reuniões.

Örnek Resim

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Back to top button
Close